Brasil Econômico – Irmã do Habib’s, rede BOX 30 vem para ficar

27/12/2011

Com faturamento mensal de R$ 100 mil por loja, nova rede do grupo poderá ter maior penetração que a rede de comida árabeNaiara Bertão

Um ano depois de lançar oficialmente a Box 30, loja de salgadinhos a preços baixos do grupo Habib’s, Alberto Saraiva, fundador da rede, só tem motivos para comemorar.

A estratégia de dar salgados em dobro para quem compra acima de 30 unidades (slogan “Compre 30 Leve 60. Não é promoção é pra sempre”) tem contribuído para que cada uma das cinco lojas inauguradas esse ano fature entre R$ 100 mil a R$ 150 mil por mês.

Com menos de três meses de funcionamento, a unidade de Santos já é a mais rentável de todas. Por estar à beira da praia, na Galeria Moreira, em Gonzaga, passam por mês 20 mil consumidores na loja, que compram 150 mil salgadinhos e contribuem para um faturamento mensal de R$ 150 mil.

A unidade do Jabaquara, primeira da rede, também está caminhando a passos largos: neste ano, ela dobrou seu faturamento, que está entre R$ 100 mil a R$ 120 mil por mês.

Assim como a esfiha é a grande estrela de vendas do Habib’s, na Box 30, a Mandiobox é a protagonista dos 30 tipos de salgados oferecidos. Feito de mandioca e parmesão e com um preço de R$ 0,49 cada, saem por mês entre 15 a 20 mil bolinhos/loja.

Para janeiro já está programado o lançamento de novos sabores – Mandiobox de carne louca e portuguesa. Outros sucessos são o nhoque na caixinha e as bruschettas de mussarela e calabreza, que deve vender 10 mil, 5 mil e 3 mil unidades por mês/por loja. Contudo, alguns produtos com menor saída, como o bolinho de bacalhau, vão deixar o cardápio.

“Estamos fazendo reajustes no modelo de loja como um todo para daqui um ou dois anos começar a franchising. Não podemos testar os franqueados, precisamos entregar um negócio sólido, lucrativo, com parâmetros de número de funcionários e lugares”, explica Alberto Saraiva, presidente da rede, que além do Habib’s, conta também com o Ragazzo, restaurante de comida italiana.

O executivo conta que esse tempo de maturação do negócio é natural e que a primeira franquia do Habib’s foi a 19ª loja, aberta somente três anos depois do lançamento da marca.

A expectativa para 2012 é abrir outras 15 lojas, sendo que 10 pontos já estão em fase de locação. Isso deve adicionar entre R$ 6 milhões a R$ 10 milhões ao faturamento da rede no próximo ano.

O objetivo de Saraiva é que o investimento para a montagem de uma unidade fique na casa de R$ 200 mil e R$ 400 mil – dependendo do espaço físico – e a lucratividade atinja 15% a 25%.

Além de ser uma loja mais barata que o Habib’s, que custa entre R$ 800 mil a R$ 1,2 milhão, a Box 30 demora menos para ficar pronta: 30-40 dias contra 90-120 dias da rede árabe. “Com isso, a penetração pode ser ainda maior do que o Habib’s”, acredita Saraiva.

O conceito da Box 30 são lojas de tamanho pequeno (entre 20 m² e 50 m²), localizados em locais de alta circulação de pessoas. Não há salgados em vitrine, tudo é frito ou assado na hora. Os produtos são semi-preparados na central de produção do grupo em Itapevi (SP) e finalizados na loja.

http://www.brasileconomico.com.br/noticias/irma-do-habibs-rede-box-30-vem-para-ficar_111027.html

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: