VEJA – Gol anuncia ordem de compra de 60 aviões da Boeing

01/10/2012

Entregas serão feitas a partir de 2018. Trata-se da maior compra de aeronaves (em unidades) já feita por uma companhia da América do Sul 

Naiara Bertão

A Gol Linhas Aéreas anunciou nesta segunda-feira uma encomenda (ordem de compra incremental) de 60 aeronaves 737 MAX com a Boeing, que serão entregues a partir de 2018. Em comunicado, a empresa informou que utilizará os novos aviões, principalmente, para a renovação de sua frota no futuro – sem especificar quando.

Segundo a empresa, esta é a “maior encomenda em número de aviões de uma companhia na história da aviação da América do Sul”. Com a aquisição, a Gol lançará o modelo 737 MAX no continente sul-americano e será uma das primeiras aéreas do mundo a operar o novo equipamento. Cada aeronave custará em torno de 100 milhões de reais – o que resultará em uma compra de mais de 6 bilhões de reais. Segundo Paulo Kakinoff, presidente da Gol, o montante será financiado em um período próximo da primeira entrega de aeronaves – ou seja, dentro de seis anos.

“Essa compra permite à Gol operar distância maiores, mas não vamos fugir de nosso planejamento estratégico, que é voar para Cone Sul e Américas. Queremos utilizar ao máximo o potencial de alcance das aeronaves, sem escala na América do Sul e com uma escala para os Estados Unidos, por exemplo, como temos experimentado na Flórida hoje”, explicou Kakinoff. O executivo disse ainda que o acordo com a Boeing prevê flexibilidade no cronograma de entrega dos aviões e possibilidade de compra de até mais aeronaves do mesmo modelo mais adiante, caso haja potencial no mercado.

O Boeing 737 MAX ainda está em desenvolvimento pela fabricante americana. Os novos aviões serão equipados com os motores LEAP-1B, da CFM International. Estas e outras inovações reduzirão o consumo de combustível e a emissão de gases poluentes em até 13%, na comparação com os Boeing 737 Next Generation. Além disso, as aeronaves poderão decolar com mais peso e terão mais autonomia no voo – cerca de 7 a 8 horas. A aeronave terá 189 assentos e um bagageiro mais amplo que os atuais 737 NG. A última compra feita pela Gol junto à Boeing foi de 50 aviões, em 2008.

“A decisão de encomendar os Boeing 737 MAX vem em linha com o nosso compromisso em manter uma frota moderna, jovem e extremamente segura, que nos permita sustentar nossa vantagem competitiva no futuro”, destacou o presidente da Gol, Paulo Kakinoff, no comunicado. “O novo avião será um dos equipamentos com o melhor custo benefício do mercado, por apresentar uma economia operacional incomparável. Isto é condizente também com o nosso modelo de negócio low cost“.

Rumores de venda – As ações preferenciais da Gol Linhas Aéreas subiram 10,6% nesta segunda-feira na Bolsa de Valores de São Paulo (BM&FBovespa) em meio a rumores de que a empresa pode anunciar a venda de uma nova fatia a uma companhia estrangeira. Trata-se do maior preço da ação GOLL4 em seis meses (12,80 reais).

A Gol convocou o mercado para o anúncio após o encerramento do pregão desta segunda – e poucas eram as apostas de que a companhia anunciaria nova compra de aeronaves. A expectativa era que a empresa anunciasse a venda de uma fatia para uma companhia aérea estrangeira. Qatar Airways e Delta estariam no páreo. Mas Kakinoff negou. “Isso é especulação. Não estamos negociando com nenhuma companhia internacional”, disse.

Também se especulava que a empresa poderia fazer um spin-off (desmembramento) de seu programa de milhagem, o Smiles – e a estreia dessa nova empresa na bolsa de valores, assim como a TAM fez com a Multiplus. Sobre isso, Kakinoff afirmou que a Gol está sendo preparada para uma possibilidade de IPO, mas a decisão só sairá no segundo trimestre do ano que vem.

Kakinoff relembrou que a Gol começará a voar para Nova York entre o final de novembro e o começo de dezembro, na alta temporada brasileira. E destacou ainda que acredita na recuperação do mercado de aviação em breve. “Tanto acreditamos que essa fase ruim será superada, que estamos anunciando um investimento desse porte para aumentar nossa oferta no futuro e acompanhar o crescimento do mercado”, disse.

Gol anuncia ordem de compra de 60 aviões da Boeing

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: