[Nai’ntrevista] Joanna Moura, fundadora do Blog ‘Um Ano Sem Zara’ para GuiaBolso

Minha entrevista para o Blog do GuiaBolso com Joana Moura, idealizadora do Um Ano Sem Zara. 🙂

um-ano-sem-zara-5-300x200Para muitas pessoas é difícil passar em frente a uma loja com um cartaz escrito “70% de desconto” e não entrar para uma mera ‘espiadinha’. Não há problema algum em dar uma olhada para ver se encontra pechinchas. O problema é quanto você está gastando para manter esse hábito. Se tem uma autoridade no assunto de usar toda a força de vontade para não comprar nadinha é Joanna Moura, publicitária de 29 anos, fundadora do blog Um Ano Sem Zara (UASZ).

“Em março de 2011 eu montei o Um ano sem Zara, esse blog aqui que vos fala. Ele surgiu da necessidade de transformar o vermelho da minha conta bancária num azul bem vibrante. A ideia era passar um ano inteiro sem comprar nenhuma peça de roupa ou acessório. Exato. Nem sapatos, nem bolsas, nem lenços, nem uma fivela de cabelo”, conta Joanna em sua descrição. Ela conseguiu! Em seis meses, conseguiu formar a primeira poupança e superar o trauma de ver a quantidade de roupas que estava mofando no armário.

Sua superação – aliada a seu bom gosto – a fez ganhar uma legião de fãs. O GuiaBolso entrevistou a blogueira para entender como ela conseguiu passar um ano todo sem abrir a carteira para comprar roupas, um vício que leva milhares de pessoas a pagar salgados juros todo mês por estourar o limite do cartão. Confira:

GuiaBolso – Qual foi sua maior motivação ao criar o UASZ?

Joanna Moura – A maior motivação foi a minha situação financeira na época. Eu vivia no vermelho no banco e nunca tinha dinheiro pra nada, mas, de alguma forma, sempre arranjava alguma justificativa pra comprar alguma coisa. Foi quando me dei conta de que o meu armário estava cheio, mas eu não tinha dinheiro nem pra sair com as roupas que eu tinha comprado.

GB – Como foi o seu Primeiro Ano sem Zara?
Joanna – Foi menos difícil do que eu imaginava. É uma mudança radical de rotina e de mentalidade e isso é duro no início porque você tem que ir contra o seu hábito, o seu impulso. Mas, depois de um tempo, comprar passa a não ser mais parte da sua rotina. Fora isso, o blog me manteve ocupada durante esse tempo. Ele me obrigou a ser criativa com o que eu já tinha e me trouxe muito incentivo através do contato com as pessoas que estavam acompanhando a história.um ano sem zara 6

GB – O que você aprendeu com a experiência?
Joanna – É possível ter uma relação melhor com o consumo e se sentir bem, bonita e autoconfiante. Nesse processo eu descobri muitas coisas sobre mim e o meu estilo, me senti mais bem vestida sem comprar do que quando comprava.

GB – Como era a Joana, consumidora, antes do UASZ? 

Joanna – Eu tinha uma péssima relação com finanças pessoais. Não sabia quanto entrava na conta, muito menos quanto saía. E, como nunca fui de investir em peças muito caras, achava que comprar uma coisa barata aqui e outra ali não fazia mal.

GB – Como é a Joana, consumidora, hoje? 
Joanna – Eu era muito impulsiva. Hoje penso muito antes de comprar alguma coisa. Tenho muita noção do quanto ganho, do quanto guardo e do quanto posso gastar.

GB – Como você tem lidado com as tentações do cartão de crédito?
Joanna – Tenho um cartão de crédito e uso pra boa parte das minhas compras porque ganho milhas com ele. Mas estou sempre checando em quanto está a fatura pra não passar dos limites.

Um ano sem zara 1GB – Quais dicas dá para as pessoas que sofrem todo mês com os cartões de crédito estourando?
Joanna – Escrevi um post sobre quatro passos para aconsciência fashion. Acho que são dicas bem úteis e que podem ajudar todo mundo. São elas: Conheça o armário que tem; Assimile a ideia de que você não “tem que ter” nada;

GB – Recentemente você mudou de cidade, lançou o novo layout do site e está investindo mais no blog. Quais seu planos para o UASZ?
Joanna – Quero que o UASZ se torne um espaço virtual que inspira mulheres a terem uma relação melhor, mais inteligente e mais consciente com a moda e com o consumo. Meu desejo é fazer com que mais e mais mulheres se sintam bem com elas mesmas e mostrar que não é preciso ter tudo, só é preciso escolher bem.

Leia a matéria completa no Blog do GuiaBolso. Publicada em 17 de setembro de 2015.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: